A capacidade de nos superarmos a nós próprios

Superação

Roda da Vida - antes e depois

No início de novembro, iniciei um processo de coaching com uma jovem de 27 anos, que sofria de ansiedade desde que se lembrava, e que procurava no coaching mais uma ferramenta para a ajudar a ultrapassá-la. A ansiedade estava a prejudicá-la na sua capacidade de apreciar as várias áreas da vida e, em particular, estava a impedi-la de enveredar pela especialidade médica que tinha escolhido. Faltava menos de um mês para o exame da especialidade e a minha cliente não se sentia capaz de o realizar com sucesso, sendo esta a terceira vez que tentava, após ter desistido da especialidade que tinha sido a sua primeira escolha. Estava já resignada ao facto de que teria de tentar novamente no ano seguinte, e queria munir-se de novas ferramentas para ter sucesso nessa altura.

Habitualmente, inicio os processos de coaching com uma avaliação do estado atual de satisfação do cliente com as áreas que considere mais importantes na sua vida. A Maria (nome fictício) definiu 7 áreas importantes na sua vida: Relacionamentos, Família/Casa, Atividade física, Profissão, Saúde mental, Divertimento e Desenvolvimento Pessoal e avaliou o seu estado de satisfação atual com cada uma delas, usando uma escala de 0 a 10, como podem ver na Roda da esquerda (a azul). Tendo graus de satisfação sempre abaixo de 5, pedi-lhe que escolhesse um período de tempo realista e desafiante para alterar o seu estado de satisfação nas diversas áreas. Maria escolheu o fim do mês de junho de 2018, mais de 1 ano e meio depois, e definiu o grau de satisfação que desejava alcançar até lá (a amarelo).

Ainda na primeira sessão, Maria percebeu que o facto de estar focada exclusivamente na sua área profissional, deixando de parte todas as outras, estava a contribuir para aumentar a sua ansiedade e para fazê-la sentir-se cada vez pior. À medida que o processo foi avançando, Maria foi dando mais atenção às outras áreas, foi-se desafiando a agir apesar do medo e, de sessão para sessão, notei uma grande evolução na sua forma de agir e de pensar. Na quinta sessão, propus-lhe que voltássemos a repetir o exercício da Roda da vida, para que ambas percebêssemos mais concretamente, em que fase ela se encontrava (Roda da direita). Estávamos no fim de fevereiro, apenas 4 meses após o início do processo e Maria definiu novas áreas importantes para a sua vida. A Saúde mental integrou o Desenvolvimento pessoal, o Namorado e os Amigos tiveram direito a categorias individuais, a Atividade física, antes avaliada em 0, integrou a Saúde, agora que vai ao ginásio com regularidade. Além disso, a Maria avaliou o seu estado de satisfação atual de 5 e 6 para cima, inclusivamente na área Profissional, sendo que ainda vai fazer o exame da especialidade no próximo novembro.

E mais importante do que isso, em algumas áreas atingiu e ultrapassou em 4 meses, o estado de satisfação que só achava possível atingir em mais de 1 ano e meio. Que evolução! E toda ela se deve à Maria, ao seu trabalho árduo e à sua coragem de se desafiar sempre um bocadinho mais, apesar dos medos. Na verdade, a Maria que entrou no meu escritório há 4 meses atrás, já era uma mulher incrivelmente corajosa e capaz de conseguir tudo a que se propusesse. Ela tinha-se apenas esquecido disso e deixado consumir pelo medo. Durante o processo de coaching, foi-se relembrando das suas capacidades e sentiu-se encorajada e apoiada para ir mais longe. E digo-vos, os resultados vêem-se e a Maria vive-os todos os dias, sempre que enfrenta mais um desafio.